Astrônomos detectam pulsos estelares que “poderiam” ser sinais alienígenas

06/11/2016 | Autor: THINK/PAUL RATNER | Visitas: 112

Há décadas os astrônomos estão empenhados em encontrar sinais de vida inteligente no universo, e agora, com equipamentos melhores e tecnologias mais avançadas, vira e mexe os cientistas encontram coisas intrigantes no espaço. Recentemente uma dupla de pesquisadores canadenses identificou uma porção de estrelas com comportamento estranho: elas emitem pulsos que eles pensam ser compatíveis com uma tentativa de comunicação alienígena.

De acordo com Paul Ratner, do portal Big Think, os astrônomos estavam analisando os sinais luminosos emitidos por 2,5 milhões de estrelas monitoradas pelo Sloan Digital Sky Survey — um dos mais ambiciosos levantamentos astronômicos em andamento — quando perceberam que 234 delas pareciam emitir pulsos rítmicos que se encaixam perfeitamente com o que aconteceria se alguma forma de vida inteligente quisesse travar contato conosco.

Sinais inusitados

É importante destacar que, embora os astrônomos canadenses — dois caras chamados Eric Trottier e Ermanno Borra, da Universidade Laval — tenham publicado um artigo sobre as estrelas, não existe qualquer evidência de que realmente se trate de um sinal alienígena. Na verdade, a alegação é incrivelmente prematura, sem falar que, quando os cientistas analisam esse tipo de anomalia, a última coisa que eles esperam encontrar são provas de que existem aliens por aí.

Por outro lado, para provar que as anomalias não são mesmo pulsos emitidos por civilizações extraterrestres, os astrônomos também precisam investigar o que, afinal, está acontecendo com as estrelas — e a possibilidade, por mínima que seja, de que exista alguém além de nós no cosmos não deixa de ser extraordinariamente interessante!

As 234 estrelas identificadas por Trottier e Borra emitem pulsos que, segundo a dupla, são exatamente iguais aos sinais que modelos previram que seres alienígenas usariam para se comunicar. Além disso, a grande maioria das 2,5 milhões de estrelas pertence à mesma classe do espectro eletromagnético que o nosso Sol, e as 234 que chamaram a atenção dos astrônomos estão emitindo pulsos no mesmo ritmo e em direção à Terra.

Os cientistas admitem que podem existir outras explicações para os sinais (além da alternativa dos aliens), e o pessoal do Breakthrough Listen Initiative — uma iniciativa apoiada por figurões como Stephen Hawking, Mark Zuckerberg e o bilionário russo Yuri Milner, e administrada pela turminha do SETI — resolveu investigar. Portanto, antes de comemorar e tentar decifrar que tipo de mensagem os pulsos estão transmitindo, teremos que esperar para ver o que os astrônomos descobrem primeiro.


Postado por: Ediomário

Http://bigthink.com

Autor: THINK/PAUL RATNER

No ar das 5:30 às 22h de Dom. a Dom.

Entidade Mantenedora: Associação Beneficiente e Cultural Comunitária de Baixa Grande
Rua do CTL, 10 - Bairro Bela Vista - Baixa Grande - Ba
Rádio Comunitária Baixa Grande FM 87,9
Tel.: (74) 3258-1261 / 9981
Design: Catu Informática